Lendo agora:
PESSOAS, um minuto da atenção de vocês
Artigo completo 3 minutos de leitura

PESSOAS, um minuto da atenção de vocês

Dois ônibus colidiram na manhã desta segunda-feira, 13, no Dique do Tororó, sentido Barris, deixando quatro feridos sem gravidade.

Segundo a Superintendência de Trânsito do Salvador (Transalvador), a colisão ocorreu por volta das 7h30 nas imediações da Praça João Mangabeira, na saída do Dique do Toróró.

Ainda de acordo com o órgão, duas unidades do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu) foram ao local para prestar os primeiros socorros as vítimas, entre eles, três homens e uma mulher. Dois foram encaminhados para o Hospital Tereza Lisieux e os outros para a UPA do bairro de Brotas, onde irão passar por avaliações médicas.

Apesar da quantidade de feridos, a Transalvador informa que houve um total de nove vítimas. Por conta do acidente, o trânsito ficou congestionado no local, mas com a retirada dos veículos a via já se encontra normalizada.

Fonte: Jornal A Tarde

PESSOAS, UM MINUTO DA ATENÇÃO DE VOCÊS!

Esse assunto tem me incomodado muito. Sou usuária de ônibus há muitos anos em Salvador e não tenho mais adjetivos para classificar o comportamento da maioria dos motoristas de ônibus atualmente. Eles estão dirigindo que nem loucos, como se estivessem transportando material inanimado, e não gente. Sem nenhuma responsabilidade e consideração, entram em declives acentuados e curvos, em alta velocidade, não permitindo sequer que seguremo-nos direito até chegarmos a um banco. No mês passado, inclusive, fui lançada contra a porta de entrada do ônibus por conta de um freio brusco que, segundo o motorista, foi para evitar um acidente. Na verdade não teria necessidade dele ter dado o freio se tivesse saído com calma do ponto onde peguei o ônibus. Cheguei na faculdade com o braço inchado, coluna dolorida e tive que ser atendida no serviço médico para poder assistir aula em seguida.
Já vi coisas inacreditáveis: uma senhora, literalmente, capotando em cima do motor do ônibus (muito idosa por sinal), outra senhora ficando presa na porta por a mesma ter fechado antes da hora e por aí vai…. Tudo isso sem falar do fato de não pararem mais nos pontos que são solicitados. Eles ficam conversando com os cobradores ou outros amigos que permitem entrar no ônibus, se distraem e passam direto, obrigando as pessoas a saltarem muito distante do seu destino. Já vi uma pessoa do interior desesperada porque não sabia andar sozinha em Salvador e não sabia o que fazer quando perdeu o ponto onde tinha alguém esperando-a.
E antes que alguém diga que andar de carro é a solução, afirmo que, como cidadã, escolho o meio de transporte que me seja mais conveniente e TENHO DIREITOS QUE PRECISAM SER RESPEITADOS. Confesso que, do jeito que a coisa anda, não acharia ruim se o UBER adotasse transporte coletivo com o mesmo padrão de atendimento prestado nos carros individuais. Seria economicamente mais viável e bem mais seguro.
A notícia abaixo só faz confirmar o que digo. Pessoas inocentes, com suas rotinas comprometidas por causa da irresponsabilidade dessas pessoas que se dizem profissionais do volante… E as autoridades, onde estão? E a fiscalização? INEXISTENTE. E o bom senso? Esse mandou lembranças.
Compartilhem até chegar às autoridades competentes. É um favor que vos peço.
http://atarde.uol.com.br/bahia/salvador/noticias/1845379-colisao-entre-dois-onibus-deixa-quatro-feridos-no-dique

#prefeituradesalvador #transportepublicodesalvador #seteps#onibusemsalvador #passageiros.

Silvana Lima

Lena Sena foi empresária do mundo da moda e também do segmento de alimentação. É designer de interiores e paisagista, duas de suas grandes paixões. Também é arteira, como gosta de ser chamada entre os que trabalham com artesanato, atividade que continua a lhe conferir belas criações.

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Input your search keywords and press Enter.