Lendo agora:
Leitora descreve emoção em passar férias com a avó de 96 anos
Artigo completo 2 minutos de leitura

Leitora descreve emoção em passar férias com a avó de 96 anos

13008301Meu destino de férias? Solidariedade, com direito a paradas em afeto, respeito e admiração. Não estão entendendo nada? Calma, já explico. Nesse verão escaldante, fui passar minhas férias na casa de meus pais, em Itatiba (a 84 km de São Paulo).

Fui ao encontro de minha avó, Conceição Matteuzzo Bernardi, prestes a completar maravilhosos 97 anos de idade. Fui passar mais alguns momentos felizes ao lado de uma das pessoas que mais me fez feliz e que esteve ao meu lado e sempre olhou por mim.

Hoje ela já não consegue dar longas passadas sozinha. Precisa de amparo. Depende, principalmente, das mãos daquelas que ela sempre alimentou, cuidou, ensinou: suas filhas. Cada necessidade precisa ser observada e atendida com rapidez, destreza e muita paciência.

Muitas pessoas se voluntariam para ajudar desconhecidos, mas quantos prestam atenção aos que estão ao seu lado? Aos que já fizeram muito por você?

Por isso, não tive dúvidas de onde passaria as minhas férias. E nada mais gratificante do que ouvir palavras doces ao chegar em casa e ser recepcionada por ela, ansiosa pela sua chegada.

Ânsia que se mostra presente a cada dia, com medo do momento em que você precisa ir embora, voltar para a sua vida na cidade grande. Cidade esta que ela pouco conhece, mas respeita.

Não fui para nenhuma praia badalada, cheia de gente bonita e bronzeada. Ajudei minha mãe e minha tia a cuidar da nossa companheira, amiga verdadeira.

Não me arrependo de modo algum e até indico às outras pessoas: passem as próximas férias com queridos que necessitam de sua atenção e carinho. Não custa nada e faz bem à alma e ao coração.

(Fonte: Portal Jornal Folha de São Paulo – LEITOR FERNANDA BERTONHA / Foto: Leitor Fernanda Bertonha)

 

ASSINATURA

Lena Sena foi empresária do mundo da moda e também do segmento de alimentação. É designer de interiores e paisagista, duas de suas grandes paixões. Também é arteira, como gosta de ser chamada entre os que trabalham com artesanato, atividade que continua a lhe conferir belas criações.

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Input your search keywords and press Enter.