Lendo agora:
Enquanto eu me questionar
Artigo completo 2 minutos de leitura

Enquanto eu me questionar

1656290_778955598799964_1643277233_n

Enquanto eu tiver capacidade de me olhar de fora, de me distanciar de mim mesmo, eu continuarei a crescer, progredir e evoluir,
Enquanto eu tiver a capacidade de me arrepender,
De perceber que eu erro, que falho,
Enquanto eu me questionar acerca das minhas decisões,
Haverá chances de aumentar a minha sensibilidade,
Haverá chances de escrever uma nova história,
Haverá chances de pedir perdão,
Questionar-me faz emergir em mim a minha humanidade,
Questionar-me, enaltece-me, faz-me acrescentar valor, faz perceber-me melhor, para que possa também perceber os outros,
Questionar-me faz-me ficar mais próximo dos que amo, daqueles com quem me cruzo, dos meus amigos, do chefe no trabalho, do condutor enfurecido, do desespero do desempregado, da aflição da mãe que aconchega o filho,
Questiono-me uma e outra vez, não por ter dúvidas, mas para ponderar caminhos,
Caminhos que questiono se devo desbravar, se devo embranhar-me neles,
Caminhos que passo a saber que percorri,
Caminhos que reconheço que outros estão a percorrer,
Por vezes caminhos sombrios, catastróficos,
Caminhos de revolta, de sofrimento, de frustração, de dor, de exaustão,
Que caminhos são esses que questionei ter escolhido? Que caminhos são esses que percorro?
São os caminhos, que por vezes, percebo que me levam a criticar os outros que os estão a percorrer,
Questiono-me e percebo que os meus caminhos são iguais a tantos caminhos que os outros escolhem, talvez sem se questionarem,
Questiono-me e aprendo, aprendo que errar é humano, mas que quando expresso a minha humanidade de me questionar o erro transforma-se em valor,
Um valor de me olhar como um ser errante, igual a tantos outros seres errantes,
Questionar-me aumenta a autocompaixão, aumenta a minha empatia pelos outros,
Fiquei consciente que os meus questionamentos suportam as minhas decisões e,
Quando essas decisões me conduzem a lugares que me prejudicam ou prejudicam os outros,
O ato de me ir questionando, torna-me suficientemente consciente para me enriquecer com a experiência,
E na minha imperfeição, continuo a questionar-me, não para ser perfeito, mas para fazer as coisas na perfeição.

(Fonte: Portal Escola de Psicologia – Miguel Lucas / Foto: Reprodução)

 

ASSINATURA

Lena Sena foi empresária do mundo da moda e também do segmento de alimentação. É designer de interiores e paisagista, duas de suas grandes paixões. Também é arteira, como gosta de ser chamada entre os que trabalham com artesanato, atividade que continua a lhe conferir belas criações.

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Input your search keywords and press Enter.