Lendo agora:
Promotor diz que copiloto derrubou avião deliberadamente
Artigo completo 2 minutos de leitura

Promotor diz que copiloto derrubou avião deliberadamente

O copiloto do avião da Germanwings, que caiu na terça-feira, 24, matando 150 pessoas, teria derrubado a aeronave de forma “deliberada”, de acordo com o promotor de Marselha, Brice Robin. Ele informou, em entrevista coletiva nesta quinta, 26, que o profissional identificado como Andreas Lubitz, 28 anos, estava sozinho na cabine no momento da queda.

Andreas Lubitz, 28 anos, estava sozinho na cabine no momento da queda.

Andreas Lubitz, 28 anos, estava sozinho na cabine no momento da queda.

De acordo com sons registrados pela caixa-preta, ele não teria aberto a cabine para o piloto, que teria saído momentos antes. Os dois eram alemães.

Não há registro do copiloto falando antes do acidente, mas é possível perceber que ele está vivo e respirando. Pouco antes do impacto nos alpes franceses, a caixa preta registra o grito de desespero dos passageiros. Não houve sobreviventes no acidente.

Segundo o promotor, o copiloto acionou “deliberadamente” o mecanismo de descida do avião. Não houve alerta de emergência.

Ele não estava na lista de suspeitos de terrorismo e não há informações sobre seu estado psicológico, nem filiação religiosa. Apesar de afirmar que o acidente foi provocado pelo profissional, o promotor disse que ainda não é possível falar em ato terrorista.

Redes sociais

Após a divulgação que o copiloto teria provocado intencionalmente o acidente, foram criados perfis e comunidades com seu nome nas redes sociais. Em um deles, Andreas é chamado de “herói” do grupo terrorista Estado Islâmico.

Promotor diz que ainda não é possível falar em ato terrorista

 

(Fonte: Portal Jornal A Tarde / Foto: Reprodução | TV Globo| Globo News)

 

ASSINATURA

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Input your search keywords and press Enter.