Lendo agora:
Doze mortes são confirmadas após deslizamentos de terra
Artigo completo 3 minutos de leitura

Doze mortes são confirmadas após deslizamentos de terra

650x375_chuva_1514660

Chega a 12 o número de mortos devido aos transtornos causados pela chuva que atingiu Salvador na manhã desta segunda-feira, 27. De acordo com a Defesa Civil de Salvador (Codesal), foram registrados 107 deslizamentos de terra na capital até as 16h30. Os mais graves aconteceram na Av. San Martin, na localidade do Barro Branco, e em Bom Juá, na localidade de Marotinho, onde ocorreram as mortes.

Segundo dados da Polícia Técnica, 11 corpos deram entrada no Instituto Médico-Legal Nina Rodrigues, enquanto um jovem de 16 anos, que tinha sido resgatado com vida, morreu à noite no Hospital do Subúrbio. No entanto,  o secretário da Saúde do município, José Antonio Rodrigues, só confirmou dez mortes até 23h.

A cidade teve uma manhã caótica, com alagamentos, engarrafamentos, veículos ilhados, ameaças de desabamento e arrastões em 12 regiões. Das mortes, oito ocorreram na avenida San Martin, na comunidade do Barro Branco, e quatro no Bom Juá, na localidade do Marotinho. Bombeiros passaram a noite em busca de desaparecidos.

A presidente Dilma Rousseff telefonou para o governador Rui Costa e para o prefeito ACM Neto e colocou o Exército à disposição.

O ministro da Integração, Gilberto Occhi, agendou sobrevoo nas áreas atingidas para as 9h30 desta terça-feira, 28.

Em San Martin, 12 vítimas foram localizadas, oito mortas e outras quatro feridas. A identidade das vítimas  não foi divulgada pelos órgãos oficiais, no entanto, segundo informações dos moradores do bairro, estavam entre os mortos Samuel dos Santos, 12; Elaine Silva, 31; Magnólia Paim, 40; José Cosme, 50; Maria Tereza, 65; Maria José, 71; e Cássia Souza, 35. A oitava morte foi confirmada pelo chefe da Assessoria Geral de Comunicação da Prefeitura, Roberto Messias.

Entre os sobreviventes, está uma menina de 14 anos, que foi levada para o Hospital Roberto Santos. Outras três pessoas não tiveram os nomes divulgados. O estado de saúde de todos não foi informado. O corpo de bombeiros estima que outras pessoas estejam soterradas.

A assessoria de comunicação do HGE informou que Jeane da Cunha Bispo e uma criança de oito anos do sexo masculino com as iniciais A.B.P, vítimas do deslizamento na localidade do Marotinho, Bom Juá, continuam hospitalizadas em estado grave. Uma jovem de 13 anos com as iniciais B.A. recebeu alta ainda nesta tarde.

 

(Fonte: Portal Jornal A Tarde – Teófilo Henrique, com informações de Luana Almeida, Luan Santos e Luiz Lasserre/ Foto: Marco Aurélio Martins | Ag. A TARDE) 

 

ASSINATURA

Lena Sena foi empresária do mundo da moda e também do segmento de alimentação. É designer de interiores e paisagista, duas de suas grandes paixões. Também é arteira, como gosta de ser chamada entre os que trabalham com artesanato, atividade que continua a lhe conferir belas criações.

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Input your search keywords and press Enter.