Lendo agora:
Dos 16 mortos em Lajedinho, oito são da mesma família
Artigo completo 2 minutos de leitura

Dos 16 mortos em Lajedinho, oito são da mesma família

310x346_1374646Oito pessoas da mesma família estão entre as 16 que morreram na cidade de  Lajedinho, localizado a 355 km de Salvador, devido ao temporal que atingiu o município entre a noite de sábado, 7, e a madrugada de domingo, 8. A informação foi confirmada, nesta segunda-feira, 9, pelo prefeito da cidade, Antônio Mário Lima, e pela Defesa Civil. Uma pessoa permanece desaparecida.

Das 16 vítimas, 12 foram identificadas, mas apenas os nomes de 11 foram divulgados. Morreram Adenilson Alves da Silva, 43 anos,  Pedro Levi, 3 anos, Cátia Fernanda de Jesus Santos, Valdete Maria de Jesus, 40 anos,  Reginaldo Pereira dos Santos, 38 anos, Valéria Cruz Lima, Luiza Santos Lima,  Tharso Lima dos Santos, 4 anos, Ilza Cavalcante da Silva, 68 anos, Sirlene Santos da Silva, 16 anos, e Olívia Andreza de Jesus.

A identificação dos corpos é feita por meio de documentos pessoais ou reconhecimento de familiares sobreviventes. A análise da impressão digital é outro recurso disponível para identificação. Os corpos das vítimas são enterrados no cemitério da cidade.

O governador da Bahia, Jaques Wagner, visita, junto com o ministro da Integração Nacional, Francisco José Coelho Teixeira, a cidade de Lajedinho para acompanhar os trabalhos de resgate. Wagner informou que o governo coloca à disposição das vítimas os recursos possíveis e pediu aos baianos que se mobilizem para ajudar os moradores afetados.

A Secretaria da Segurança Pública deslocou homens da Polícia Técnica, bombeiros, policiais civis e militares com cães farejadores. Pelo menos 202 casas foram destruídas pela força da água das chuvas e, conforme a Defesa Civil, 840 pessoas estão desabrigadas. Eles estão alojados em escolas públicas.

O prefeito de Lajedinho, Antônio Mário Lima, que, por conta da tragédia, decretou estado de calamidade pública, nesta segunda, informou que o governo vai apoiar a reconstrução das casas atingidas.

(Fonte: Portal Jornal A Tarde / Foto: Reprodução)

ASSINATURA

Lena Sena foi empresária do mundo da moda e também do segmento de alimentação. É designer de interiores e paisagista, duas de suas grandes paixões. Também é arteira, como gosta de ser chamada entre os que trabalham com artesanato, atividade que continua a lhe conferir belas criações.

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Input your search keywords and press Enter.