Lendo agora:
Dilma participa de cúpula do clima e abre Assembleia Geral da ONU
Artigo completo 3 minutos de leitura

Dilma participa de cúpula do clima e abre Assembleia Geral da ONU

Presidente do Brasil fala na cúpula nesta terça em Nova York.
Na quarta, faz o discurso de abertura da Assembleia Geral.

Dilma Rousseff durante o discurso de abertura da edição do ano passado da Assembleia Geral da ONU

Dilma Rousseff durante o discurso de abertura da
edição do ano passado da Assembleia Geral da
ONU

A presidente Dilma Rousseff participa nesta terça-feira (23) em Nova York da Cúpula do Clima, Cúpula do Clima, que discutirá mudanças climáticas, e na quarta faz a abertura do debate geral da 69ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York.

Segundo o Palácio do Planalto, a presidentediscursará nesta terça para os representantes dos demais países integrantes da Cúpula do Clima. É esperado que os presidentes digam o que seus países têm feito para a proteção do meio ambiente e o que ainda podem fazer para protegê-lo.

Na quarta, a presidente fará o discurso de abertura da 69ª Assembleia Geral, tradicionamente reservado ao presidente brasileiro. Antes, Dilma terá encontro com o secretário-geral da ONU, Ban Ki Moon. Em setembro do ano passado, na abertura da 68ª Assembleia, a presidente concentrou o discurso, de 23 minutos, na segurança de dados na internet e afirmou que casos de espionagem “ferem” o direito internacional e “afrontam” os princípios que regem a relação entre os países – Dilma chegou a cancelar a visita de Estado que faria aos EUA após denúncias de que teria sido alvo de espionagem do governo norte-americano.

O discurso de Dilma na abertura da assembleia se iniciará por volta das 9h (horário local; 10h no horário de Brasília) e terá duração de 20 a 30 minutos. Há expectativa de que a presidente apresente à ONU o que o Brasil fez nos últimos anos para reduzir a igualdade social e erradicar a fome. Além disso, a presidente pode reforçar a defesa pela segurança na internet e enaltecer a criação do Banco de Desenvolvimento do Brics – agrupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

Em seguida, o presidente dos EUA, Barack Obama, discursará. A volta de Dilma ao Brasil deverá ocorrer após o almoço.

Adversária de Dilma na corrida presidencial, a candidata do PSB à Presidência, Marina Silva, foi convidada para participar da Cúpula do Clima, mas, conforme a assessoria, Marina Silva decidiu não ir.

Presidência
Em razão das viagens internacionais de Dilma aos Estados Unidos e do vice-presidente Michel Temer para o Uruguai. o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, assumirá até esta quarta (24) a Presidência da República,

Quarto na linha de sucessão, o presidente do Supremo ocupará a Presidência da República 13 dias após assumir o comando do STF porque os presidentes da Câmara e do Senado têm impossibilidades eleitorais.

 

(Fonte: Portal G1 / Foto: Mike Segar/Reuters)

 

ASSINATURA

Lena Sena foi empresária do mundo da moda e também do segmento de alimentação. É designer de interiores e paisagista, duas de suas grandes paixões. Também é arteira, como gosta de ser chamada entre os que trabalham com artesanato, atividade que continua a lhe conferir belas criações.

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Input your search keywords and press Enter.