Lendo agora:
Cursos EAD são 60% mais baratos que os presenciais
Artigo completo 3 minutos de leitura

Cursos EAD são 60% mais baratos que os presenciais

A redução no custo de subsídios federais direcionados ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) foi um duro golpe para estudantes e para as empresas de educação. No entanto, pode apontar um caminho atrativo para as graduações a distância, que oferecem mensalidades mais baratas e se tornam uma alternativa para quem deseja ingressar nas instituições privadas de ensino superior, mas não teve acesso a financiamentos.

Em faculdades baianas, a diferença entre os valores das mensalidades para os cursos EAD e presenciais pode chegar até 60%. Esse é o caso do curso de administração. Enquanto para os alunos presenciais a média da mensalidade é de R$ 500, no curso a distância o valor é a partir de R$ 200.

Procura por graduação a distância tende a crescer com as alterações no Fies

Procura por graduação a distância tende a crescer com as alterações no Fies

Com valores menores, as graduações devem ganhar mais atenção, é o que apontam profissionais da área. Só no terceiro trimestre deste ano a Estácio Participações – que administra a Universidade Estácio de Sá – já prevê expansão de até 12% na base de alunos do ensino a distância.

Esse crescimento não é uma novidade para as instituições, já que as expectativas foram, nos últimos anos, sempre positivas. Mas é fato que o atual momento proporciona possibilidades. Pelo menos é o que afirma o diretor acadêmico nacional de EAD da Laureate – da qual faz parte a Unifacs -, Janes Tomelin.

“Sem dúvida é um momento de boas possibilidades, e para atender a essa demanda já estamos fazendo investimentos para melhorar os cursos existentes”, diz.

Mais responsabilidade

Para o conselheiro da Associação Brasileira de Educação a Distância (Abed), Jeferson Fagundes, as alterações na política de concessão do Fies impulsionarão a procura por cursos na modalidade EAD. No entanto, Fagundes lembra que nesse processo as faculdades ganham responsabilidades.

“As instituições devem estar preparadas pedagógica e tecnologicamente para absorver o crescimento da procura. E, para isso, é possível desenvolver desenhos pedagógicos que melhor atendam aos objetivos dos cursos”, disse.

Mas a atual situação econômica do país ainda é uma sombra e deve interferir, é o que alerta a pró-reitora de ensino a distância da Unijorge, Paloma Modesto.

“Essa expansão nos cursos EAD é positiva, mas devemos ser cuidadosos, sobretudo porque vivemos uma retenção econômica que poderá comprometer o acesso dos novos alunos”, ressalta.

Atenção na escolha do curso a distância

Flexibilidade de horário e lugar  
No ambiente online é possível estudar o conteúdo no horário mais conveniente e no local desejado pelo estudante. Esses são fatores que

Atraem  alunos para a graduação EAD

Distância 
Para alunos que moram longe da instituição de ensino, o curso a distância dá  flexibilidade, já que não é necessário ir à universidade todos os dias

Disciplina 
A modalidade a distância requer muita disciplina  para ter bons resultados. Sem definir horários para as aulas, o aluno acaba não conseguindo terminar o curso

Interação 
Alguns estudantes podem sentir falta da convivência  direta e física, já que a sociabilização acontecerá no meio virtual, nas salas de bate-papo e videoconferências

Custo 
Além da mensalidade, que tem valor mais baixo, o aluno  terá uma economia com os deslocamentos e materiais que estarão disponíveis no formato online

 

(Fonte: Portal Jornal A Tarde – Carla Jesus / Foto: Mila Cordeiro | Ag. A TARDE)

 

ASSINATURA

 

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Input your search keywords and press Enter.