Lendo agora:
Cunha lê abertura de impeachment em plenário esvaziado
Artigo completo 2 minutos de leitura

Cunha lê abertura de impeachment em plenário esvaziado

camaramarcelocamargoagenciabrasil

A leitura é requisito para o início do processo de impeachment. Depois, Cunha determinou a criação da comissão especial que vai analisar a denúncia.

 

Antes de Cunha, o primeiro secretário da Casa, deputado Beto Mansur (PRB-SP), leu, na Mesa da Câmara, os documentos que serviram de base para o pedido de impeachment. Ao todo, Mansur fez a leitura das 68 páginas da denúncia.

Em um trecho da denúncia, lida por Mansur, os denunciantes apontam que “a presidente da República também cometeu crime de responsabilidade ao editar, nos anos de 2014 e 2015, uma série de decretos sem número, que resultaram na abertura de créditos suplementares, de valores elevados, sem autorização do Congresso Nacional”.

 

Em outra parte do documento, os autores do pedido abordaram as investigações da Operação Lava Jato onde “defendem a tese de que a presidente agiu com dolo, e não apenas culpa” por não ter evitado a compra da Refinaria de Pasadena, quando presidia o Conselho de Administração da Petrobras.

No documento, os juristas citam que “o princípio da unidade da legislatura não representa obstáculo constitucional”. O texto lido por Mansur também cita o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello, ao dizer que “o sistema democrático no modelo republicano não tolera governos sem fiscalização e responsabilidade”.

A leitura está sendo feita em um plenário praticamente vazio de deputados e com pouco público na galeria.

Primeiro secretário da Mesa Diretora, dep. Beto Mansur (PRB-SP)
Primeiro secretário da Mesa Diretora, dep. Beto Mansur (PRB-SP)

 

 

 (Fonte: Portal Terra / Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil – Lula Marques/Agência PT – Alex Ferreira / Câmara dos Deputados)

 

ASSINATURA

Lena Sena foi empresária do mundo da moda e também do segmento de alimentação. É designer de interiores e paisagista, duas de suas grandes paixões. Também é arteira, como gosta de ser chamada entre os que trabalham com artesanato, atividade que continua a lhe conferir belas criações.

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Input your search keywords and press Enter.