Lendo agora:
“Fatia de Parida”
Artigo completo 2 minutos de leitura

“Fatia de Parida”

Receita de Fatia de Parida ou Rabanada

French toasts

10 pães de dois dias (pão velho, seco)

1/2 litro de leite

2 colheres (de sopa) de açúcar

6 ovos

Óleo para fritar

Açúcar refinado com canela para polvilhar

Modo de Preparo

Corte os pães em fatias de um dedo de espessura e reserve. Coloque o açúcar no leite e deixe ferver, depois deixe esfriando até ficar morno.

Bata as claras dos ovos até ficar branca (não deixe ficar muito firme), misture as gemas. Pegue cada fatia de pão e mergulhe no leite adoçado e morno, esprema um pouco para não ficar muito úmido, depois passe no ovo e coloque no óleo quente para fritar. Assim que dourar de um lado, vire e doure do outro. Retire do óleo, coloque em papel absorvente e depois passe pelo açúcar misturado com canela. Arrume em uma bandeja e sirva.

Um pouco sobre:

Por trás da história da rabanada, muitas lendas e uma origem incerta. Sabe-se que foi criada através da necessidade do reaproveitamento do pão (amanhecido), tendo em vista que sempre foi considerado um ingrediente sagrado, até mesmo por representar o corpo de cristo para os católicos. A sua origem sempre se remete a Portugal, mas em todo o mundo é possível encontrar variações da rabanada, como o “Eggy bread” na Inglaterra, o “French toast” nos EUA, e o “Pain Perdu” na França. Isso mostra que é muito mais provável uma forte influencia francesa na origem da rabanada, do que uma influencia portuguesa.

É fato de que os portugueses foram os responsáveis por trazer a receita da rabanada para o Brasil, que rapidamente se espalhou e tomou conta do natal. Mesmo hoje tendo perdido espaço para o panetone, por exemplo, a rabanada ainda é muito feita em diversos estados, sendo o Nordeste o maior consumidor. O nome “fatia de parida” vem de uma história que conta do auxilio que esse doce natalino dava na produção do leite materno durante a gravidez, e por isso era sempre oferecido e consumido pelas gravidas.

Fonte:Petit Gastro

Foto: Divulgação

Lena Sena foi empresária do mundo da moda e também do segmento de alimentação. É designer de interiores e paisagista, duas de suas grandes paixões. Também é arteira, como gosta de ser chamada entre os que trabalham com artesanato, atividade que continua a lhe conferir belas criações.

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Input your search keywords and press Enter.