Lendo agora:
Associação Latino Americana de Pediatria recomenda utilização da vacina contra a dengue em programas públicos de vacinação
Artigo completo 3 minutos de leitura

Associação Latino Americana de Pediatria recomenda utilização da vacina contra a dengue em programas públicos de vacinação

images-24

A vacina contra dengue da Sanofi Pasteur, atualmente disponível no Brasil, recebeu a recomendação[i] da Associação Latino Americana de Pediatria (ALAPE). O importante órgão internacional indica o uso da vacina em programas públicos de saúde nacionais, estaduais ou municipais como uma estratégia eficaz no controle da atual epidemia mundial de dengue que vivemos. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a doença está presente em 140 países e atinge cerca de 39 milhões de pessoas. No Brasil, segundo o boletim epidemiológico do Ministério da Saúde do Brasil[ii], já foram registrados mais de 1,4 milhões de casos de dengue – número alarmante que reforça a importância de termos agora uma ferramenta de combate à doença, além do controle do vetor transmissor da doença, o mosquito Aedes aegypti.

A vacina foi analisada pelos membros do grupo “Iniciativa Internacional contra Dengue”, do qual a ALAPE está à frente e reúne especialistas em infectologia, saúde pública e epidemiologia, que destacaram importantes características da vacina, como a segurança e a eficácia na redução de casos graves de dengue. Os profissionais da Associação declaram também que não há motivos para adiar a introdução da vacina em locais onde a população já está sofrendo com a doença, esperando por dados de soroprevalência.

Sobre a vacina
A vacina contra dengue foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em dezembro de 2015 e já possui a chancela da OMS, além da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) e da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI). As sociedades recomendam, em nível individual, em seus calendários o uso rotineiro da vacina contra a dengue para pessoas que vivem em região de risco.

Lançada em agosto, a primeira vacina contra dengue aprovada no mundo é indicada para indivíduos entre 9 e 45 anos e são necessárias três doses, com intervalo de seis meses entre cada uma delas. A vacina reduz em dois terços a possibilidade de contrair a doença – ou seja, em uma população de um milhão de habitantes, 660 mil estão protegidos de contrair a doença – além de proteger em 93% dos casos graves e reduzir em 81% os índices de hospitalização. Segundo estudo publicado no Jornal Brasileiro de Economia da Saúde, a vacinação contra a dengue no Brasil de indivíduos entre 10 e 40 anos seria capaz de diminuir em 81% os casos de dengue na população em 5 anos.

Produzida pela Sanofi Pasteur, a divisão de vacinas da Sanofi, a vacina é fruto de mais de 20 anos de pesquisa, desenvolvimento e inovação, comprovados por meio de 25 estudos clínicos realizados com mais de 40 mil participantes em 15 países, inclusive no Brasil. A vacina também já está aprovada em outros doze países: México, El Salvador, Filipinas, Costa Rica, Indonésia, Guatemala, Peru, Camboja, Singapura, Tailândia, Bolivia e Paraguai.

Foto: Google

assinatura5

Lena Sena foi empresária do mundo da moda e também do segmento de alimentação. É designer de interiores e paisagista, duas de suas grandes paixões. Também é arteira, como gosta de ser chamada entre os que trabalham com artesanato, atividade que continua a lhe conferir belas criações.

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Input your search keywords and press Enter.