Lendo agora:
Brincar com Barbie pode limitar perspectivas de carreira
Artigo completo 2 minutos de leitura

Brincar com Barbie pode limitar perspectivas de carreira

As pesquisadoras acreditam que a boneca pode colocar uma carga sexual muito cedo nas meninas

As pesquisadoras acreditam que a boneca pode colocar uma carga sexual muito cedo nas meninas

Meninas que brincam com bonecas Barbie têm menos perspectivas de carreira, diz um novo estudo divulgado pelo site do jornal britânico Daily Mail.

O estudo analisou 37 meninas com idade entre 4 e 7 anos, que foram designadas a brincar, aleatoriamente, com uma Barbie Fashion, uma Barbie Médica ou um Sr. Cabeça de Batata por 10 minutos. As garotas também viram fotos de 10 profissões e foram questionadas sobre quais poderiam desempenhar e quais poderiam ser seguidas pelos meninos no futuro.

Os resultados, publicados no jornal Springer’s Sex Rolex, mostraram que as crianças expostas tanto à Barbie Fashion quanto à Médica se apresentaram mais propensas a ver a si mesmas em menos ocupações do que os garotos. Já as meninas que brincaram com o Sr. Cabeça de Batata relataram quase tantas oportunidades de carreira para si mesmas que para os meninos.

Aurora Sherman, da Oregon State University, e Eileen Zurbriggen, da University of Santa Cruz, foram responsáveis pelo estudo e foram motivadas pelo crescente interesse social em como as mulheres se sentem cada vez mais pressionadas para “serem sexy”. Ambas consideram os resultados preocupantes. “Talvez a Barbie possa ‘ser qualquer coisa’, como os comerciais sobre esta boneca sugerem, mas as meninas que brincam com elas podem não aplicar estas possibilidades a elas mesmas”, disse Aurora.

As pesquisadoras acreditam que a boneca possa colocar uma carga sexual muito cedo nas meninas. Elas afirmam ainda que o corpo maduro sexualmente e a aparência facial da boneca podem ser culpados pela limitação psicológica das garotas, considerando que o fato de as bonecas usarem roupas diferentes não influenciou nas opiniões sobre carreira.

A Mattel, empresa que fabrica o brinquedo, acredita que o estudo foi feito para reforçar a visão das próprias cientistas sobre a Barbie. “Sabemos, a partir de anos de pesquisas com consumidores, que brincar é um reforço positivo para a criatividade e imaginação das crianças. Há gerações de garotas que brincaram com a Barbie, mas seguiram suas ambições e sonhos”, afirma um porta-voz.

(Fonte: Portal Terra / Foto: Getty Images)

 

ASSINATURA

Lena Sena foi empresária do mundo da moda e também do segmento de alimentação. É designer de interiores e paisagista, duas de suas grandes paixões. Também é arteira, como gosta de ser chamada entre os que trabalham com artesanato, atividade que continua a lhe conferir belas criações.

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Input your search keywords and press Enter.