Lendo agora:
Por que se usa a aliança de casamento na mão esquerda e a de noivado na mão direita?
Artigo completo 4 minutos de leitura

Por que se usa a aliança de casamento na mão esquerda e a de noivado na mão direita?

50fa9d7a98276856da00010202alianca-edicao02-pag31

Os egípcios, por volta de 2800 a.C., já usavam um anel para simbolizar o laço matrimonial. Para eles, um círculo, não tendo começo nem fim, representava a eternidade à qual a união se destinava. Cerca de 2 000 anos depois, os gregos descobriram o magnetismo, que acabou influindo também nessa simbologia. Como eles acreditavam que o terceiro dedo da mão esquerda possuía uma veia que levava diretamente ao coração, passaram a usar nele um anel de ferro imantado, para que os corações dos amantes permanecessem para sempre atraídos um pelo outro. O costume foi adotado pelos romanos e o Vaticano manteve a tradição. Já o anel de noivado foi introduzido no ano 860, por decreto do papa Nicolau I (858-867), que o instituiu como uma afirmação pública obrigatória da intenção dos noivos. “A aliança passa da mão direita para a mão esquerda para representar a aproximação do compromisso definitivo. Do lado esquerdo, ela fica mais próxima do coração”, afirma o padre Eduardo Coelho, da arquidiocese de São Paulo.

O uso das alianças no anelar da mão esquerda e, portanto não há um consenso. A teoria mais aceita é a de que a mão direita sempre foi símbolo de poder e decisão e a esquerda de submissão, assim, naquela época, usar uma aliança na mão esquerda representaria a submissão da mulher ao companheiro em virtude do compromisso assumido.

Também não há consenso quanto ao porquê de se usá-la no quarto dedo. Uma das teorias vem de uma antiga crença de que pelo anelar passava uma veia que ligava esse dedo diretamente ao coração e que um imã teria o poder de atrair o coração humano, símbolo do amor. Com isso surgiu então a ideia de se usar imãs em forma de anel e depois anéis e alianças nesse dedo em celebrações matrimoniais para atrair o coração do companheiro para sempre. Os Romanos e depois a Igreja mantiveram essa tradição.

Os anéis passaram a ser confeccionados em ouro e prata devido aos fabricados em outros metais enferrujarem muito e rapidamente.

Na Inglaterra medieval a noiva usava a aliança no dedo polegar e no casamento o noivo recitava o “Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo” trocando a aliança de dedo até parar no anelar onde ficaria para sempre.

Outra teoria se refere à praticidade mesmo. Segundo ela, o motivo para se usar aliança no anelar seria mera conveniência. Por o anelar ser o dedo menos utilizado dos dez dedos, nele a aliança ficaria mais protegida.

Uma teoria bastante divulgada na rede é a dos chineses. Existe um vídeo com mais de 60 mil visualizações a explicando. Segundo ela, dobrando-se os dedos médios das duas mãos e unindo-os, ao mesmo tempo em que unimos os outros dedos pelas pontas, algo inusitado aconteceria. Daí a explicação: não podemos separar as mãos quando estas estivessem ligadas pelo dedo anelar, uma vez que estes eram os únicos que não daria para soltar enquanto as mãos estivessem nessa posição, daí o motivo de se usar as alianças neste dedo, já que o compromisso assim como a união entre os anelares também não poderia ser desfeita.

Ainda segundo os chineses, cada dedo da mão representaria um membro da família: Polegar – os pais; Indicador – os irmãos; Médio – você mesmo; Anelar – seu companheiro; Mínimo – os filhos. Dessa forma, polegares, indicadores e mínimos se separam, pois nenhum destes permanecerá com você para sempre, mas seu cônjuge deveria ficar para sempre com você.

No entanto, o uso de anéis no dedo no quarto dedo da mão esquerda não é um consenso, em casamentos judaicos, por exemplo, as alianças são usadas no dedo indicador.

Contudo, o que se pode afirmar é que o tempo e as tradições transformaram o ato de colocar uma aliança no quarto dedo da mão esquerda o ápice de uma união entre duas pessoas. Portanto faça da Virtual Joias parte da sua história e de seu relacionamento ainda mais especial, selando esse amor com uma de nossas lindas alianças.

Fontes:http://www.aliancasdemoeda.com.br

Foto: Ilustrativa

ASSINATURA5

Lena Sena foi empresária do mundo da moda e também do segmento de alimentação. É designer de interiores e paisagista, duas de suas grandes paixões. Também é arteira, como gosta de ser chamada entre os que trabalham com artesanato, atividade que continua a lhe conferir belas criações.

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Input your search keywords and press Enter.